IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Passagens

Toronto: intervenções de grande impacto na linha VLT

Em Toronto, um das tarefas das autoridades públicas de transportes e do Instituto Cidade em Movimento (IVM) é integrar a nova linha de VLT Sheppard Light Railway Line a espaços revitalizados para pedestres e ciclistas, na maior cidade do Canadá.

A aceleração das obras de mobilidade urbana com vistas aos Jogos Pan-Americanos de 2015, em julho, estimulou o lançamento do concurso internacional “Toronto: Pequenas  Intervenções Urbanas de Múltiplos Impactos”, no dia 23 de janeiro de 2105.

O concurso é uma iniciativa do IVM, da Metrolinx (a comissão de transporte urbano da cidade) e da Universidade de Toronto.

O desafio é promover pequenas intervenções urbanas ao longo da linha de VLT (Veículo Leve Sobre Trilhos) da Sheppard Line, mas com grande efeito na qualidade de vida dos subúrbios.

Os projetos devem ser capazes de conectar os modestos bairros da cidade às modernas estações de VLT, ao longo do Pan Am Path (o eixo de acesso aos locais dos Jogos).

Devem propor interações funcionais entre o sistema de transporte rápido e as áreas vizinhas de trânsito local, incorporando as passagens entre essas duas realidades como parte integrante da linha férrea.

O concurso faz parte do programa internacional “Passagens, Espaços de Transição para a Cidade do Século XXI”, do IVM.

Para participar

1. Destina-se a arquitetos, paisagistas, urbanistas e sociólogos com menos de 40 anos.

2. Na primeira fase, os projetos têm prazo até o final de abril para ser apresentados. Serão examinados por um júri composto por especialistas da IVM, da Universidade de Toronto e da Metrolinx.

3. Na segunda fase, quatro projetos são selecionados pelo júri. Seus proponentes apresentarão suas ideias numa sequência de workshops, debates e conferências com as autoridades locais e apoiadores do projeto.

4. A partir daí, os candidatos terão de elaborar quatro projetos estratégicos de intervenção ao longo do Pan Am Path, com ajuda de custo de US$ 5 mil .

5. Esses projetos serão julgados a partir de agosto. O vencedor poderá participar de um plano de até US$ 25 mil, com apoio da Metrolinx, para melhorar o acesso de pedestres e ciclistas às estações do VLT.

Para mais informações, clique aqui (em inglês) e aqui (em francês).

 

 

 

 

 

 

Pular para a barra de ferramentas