IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Passagens

IVM reúne urbanistas renomados para discutir a experiência das passagens ao redor do mundo

Nesta terça-feira (06/06), às 9h, o IVM abre o workshop internacional do Passagens Jardim Ângela com o encontro “Passagens, o desafio de unir as pessoas à cidade“. O evento é uma oportunidade de conhecer as experiências de intervenções em passagens ao redor do mundo e conta com os palestrantes Natalia Castaño (Medellin/Colômbia), Pascal Amphoux (Nantes/França) e Carles Llop (Barcelona/Espanha). As palestras são abertas ao público e acontecem no Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB/SP), com tradução simultânea.

A abertura será realizada por Mireille Apel-Muller, diretora do IVM Internacional, com participação de André Goldman, da 11ª Bienal de Arquitetura de São Paulo. Abaixo, conheça um pouco mais sobre os palestrantes, que também fazem parte do time de tutores do workshop Passagens.

 

Carles Llop (Espanha)

 

Doutor em Arquitetura e Urbanismo, chefe do Departamento de Planejamento Urbano e Regional da Universidade Politécnica da Catalunha. Carles também é membro do grupo de arquitetos Jornet-Llop-Pastor. Foi vencedor do Prêmio Nacional de Planejamento do Ministério da Habitação da Espanha, em 2010 e, no ano seguinte, ganhou o Prêmio Europeu de Desenvolvimento Urbano. É também premiado na 11ª Bienal de Arquitetura da Espanha.

 

 

Natalia Castaño Cardenas (Colômbia)

Arquiteta formada pela Universidade Nacional da Colômbia e Mestre em Paisagem, Ambiente e Cidade pela Universidade Nacional de La Plata, Argentina. Natalia trabalhou na Companhia de Desenvolvimento Urbano de 2004 a 2007, na concepção de projetos para o espaço público e no desenvolvimento de projetos urbanos e estratégicos para a cidade de Medellín. Atuou como consultora em agências de cooperação internacional, universidades e ONGs no Equador, Peru e Argentina.

Incorporou em 2011 o Centro de Estudos Ambientais e Urbanos da Universidade EAFIT, onde participou do desenvolvimento de projetos como o Plano Diretor BIO 2030, para o Vale do Aburrá, como coordenadora acadêmica e professora do curso de mestrado em Processos Urbanos e Ambientais, bem como no desenvolvimento de projetos de pesquisa. Conheça mais o seu trabalho acessando este link.


Pascal Amphoux (França)

Arquiteto e urbanista, professor na École Nationale Supérieure d’Architecture de Nantes. Participou de inúmeros projetos ambientais e de arquitetura e urbanismo (Escritório CONTREPOINT, projetos urbanos de Lausanne). Pascal é pesquisador no Centro de Pesquisa sobre o Espaço Sonoro e Meio Urbano (CRESSON, Escola de Arquitetura de Grenoble, unidade de pesquisa UMR CNRS). É membro do conselho científico do IVM em Paris, especialista prestador de serviços para instituições suíças, francesas e europeias. Autor de livros e publicações científicas sobre o meio urbano sonoro,  especificamente sobre as relações entre a prática do projeto, a estética paisagística e os métodos de ciências sociais.

 

 

SERVIÇO
O que: palestra “Passagens, o desafio de unir as pessoas à cidade”
Data: 6/06, terça-feira, às 09h.
Local: 
IAB-SP – Rua Bento Freitas, 306
ABERTO AO PÚBLICO. Confirme sua participação na página do evento

 

Pular para a barra de ferramentas