IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Fábrica do Movimento

IVM integra consórcio de pesquisa avançada VEDECOM

 

logo IVM Vedecom

Desde o início de 2016, o IVM Internacional passa a ser um dos membros do Instituto Vedecom, o consórcio público-privado francês para o desenvolvimento do carro autônomo. Vedecom, sigla, em francês, de veículo autônomo, não poluente, conectado e sua mobilidade, existe há 2 anos e, como o nome já diz, é o desenvolvedor do veículo automático que não necessitará de motorista e de pesquisas avançadas sobre sua conexão com a cidade, com o passageiro e com os outros sistemas de transporte. O IVM foi indicado a participar do consórcio por sua expertise em mobilidade e contribuirá com estudos de cenários de impacto deste tipo de transporte nos deslocamentos da cidade, em diversos países.

O acordo assinado com o IVM visa enriquecer o programa de inovação tecnológica do Vedecom, por meio de colaboração social, organizacional e internacional. Isso permitirá que seja ampliada a sua abordagem nas ciências sociais e humanas, com melhor compreensão dos estilos de vida e das alterações nas áreas urbanas em suas dimensões arquitetônicas, sociais e culturais.

Dois ecossistemas de inovação sobre as questões do futuro da mobilidade – Fundado em 2000, por iniciativa da PSA Peugeot Citroën, o Instituto para a Cidade em Movimento (IVM, da sigla em francês) ganhou destaque por sua abordagem da mobilidade urbana de maneira inovadora, iconoclasta e prospectiva. A associação com o Vedecom, que reúne cerca de 14 entidades entre universidades e empresas como Valeo, Grupo PSA, Grupo Renault e Universidade de Versalhes, confirma a missão do IVM de apoio a mudanças tecnológicas em relação às políticas de cidades mais sociais, antropológicas e contemporâneas. Ambas as organizações possuem DNA Internacional e, além da França, atuam no Brasil, China e Argentina, desenvolvendo intercâmbios e projetos consolidados.

Pular para a barra de ferramentas