IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Mobilidade Minuto

Instituto Cidade em Movimento entra em ação para melhorar mobilidade urbana no Brasil

Instituto Cidade em Movimento entra em ação para melhorar mobilidade urbana no Brasil

Objetivo é propor iniciativas bem sucedidas internacionalmente como o “Cidade Legível”, de Buenos Aires

O Instituto Cidade em Movimento (Institut pour la Ville en Mouvement, do original em francês) inaugurou sua sede no Brasil na última quarta – feira (16) no Centro Histórico da Universidade Mackenzie, em São Paulo. A entidade existe há 13 anos e, além da matriz em Paris, está presente também em Xangai e Buenos Aires.O principal objetivo das suas ações é a proposição de projetos para melhoria da mobilidade urbana em todas as suas formas.

Com projetos e intervenções em diversas cidades do mundo, incluindo o Guia para Deficientes Visuais em Paris; a exposição “A Rua é nossa… de todos!” e a série de pesquisas sobre espaço público “Ganhar a Rua”, o ICM (Instituto Cidade em Movimento) já chega ao Brasil com algumas propostas, entre elas, a implementação do sistema de informação “Cidade Legível” em São Paulo.

Criado em 2009 pelo ICM (Instituto Cidade em Movimento) de Buenos Aires, o “Cidade Legível” desenvolveu uma nova linguagem nas paradas de ônibus, metrô e integração que permitiu não apenas detalhes das linhas, mas também informações sobre o percurso e os principais pontos da cidade. A iniciativa favorece o movimento dos pedestres no tecido urbano, oferecendo um protocolo gráfico de sinalização intermodal que orienta os diversos momentos da viagem.

Além do “Cidade Legível” que servirá para facilitar a circulação de munícipes e turistas pela capital paulista, o ICM quer levar o debate sobre mobilidade urbana aos principais envolvidos nessa questão: os moradores das grandes metrópoles brasileiras.

Ideias inovadoras e pertinentes, que possam contribuir de alguma forma com o entendimento e melhoria do panorama urbano, farão parte de um mapa a ser traçado pela entidade para desenvolver ações eficazes na melhoria da locomoção e qualidade de vida dos moradores das grandes cidades do País.

O ICM inicia suas atividades sob a orientação de um conselho composto pelo presidente do ICM internacional, o urbanista belga Marcel Smets, e pelos brasileiros Eduardo Vasconcellos, sociólogo, engenheiro e conselheiro da ANTP (Associação Nacional dos Transportes Público), e pelos membros do conselho consultivo do ICM Brasil, Angélica Alvim, professora adjunta da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo na Universidade Presbiteriana Mackenzie, Margareth Pereira, professora da UFRJ, Valpírio Gianni, antropólogo e sócio diretor do GAD (design), Carlos Nassi, vice-coordenador do programa de engenharia de transportes da UFRJ, Marcos Rodrigues, diretor da Kretta (empresa especializada em soluções em geoprocessamento), e Valter Caldana Júnior, diretor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie.

Para ir além dos debates e questionamentos, apresentando soluções para os principais desafios da mobilidade urbana, o Instituto Cidade em Movimento firmou convênio de cooperação com a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, estabelecendo atividades nas áreas de atuação de ambas as instituições e favorecendo o intercâmbio de profissionais e pesquisadores.

Contando com as presenças do Secretário Geral Pascal Feillard, e da delegada Mireille Apel-Muller do Instituto Cidade em Movimento Internacional, do diretor do Instituto Cidade em Movimento América Latina, Andrés Borthagaray, e de autoridades da Universidade Presbiteriana Mackenzie, o ICM (Instituto Cidade em Movimento) inaugurou oficialmente sua sede com a exposição “O Direito à Mobilidade”, que estará aberta ao público até o dia 31/10, no Centro Histórico da Universidade Mackenzie.

 

Publicado na terça – feira, 22 de outubro de 2013

Fonte: Assessoria de Imprensa

www.diariodobrejo.com

Pular para a barra de ferramentas