IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Passagens

Encontro Internacional: O espaço público sob a pressão da infraestrutura de transportes

Organizado pelo Instituto Cidade em MovimentoIVM e da Cidade e Mobilidade Laboratório – CyMlab da Faculdade de Arquitetura, Desenho e Urbanismo da Universidade Católica do Chile, em 12 e 13 de novembro.

O reducionismo na maneira de conceber infraestruturas abrange as cidades da América Latina. Ruas e espaços de mobilidade representam entre 20% e 30% da superfície das nossas cidades e 80% do espaço público. No entanto, a incursão de sistemas de transporte, frequentemente de superfície, ignora suas múltiplas funções: espaço para reuniões e trocas sociais, culturais e econômicas; vegetação e, desta forma, a vida urbana, com suas consequências paisagísticas e regulamentação ambiental; redes de infraestruturas de apoio, o escoamento da água; e espaço articular entre o privado e o público.

santiago_logoEste espaço público complexo está sob a pressão da infraestrutura de transporte – a fim de reduzir o tempo de viagem tendem a privilegiar em conectividade remota, em detrimento da cross-conectividade e qualidade dos espaços públicos, determinantes da experiência diária de nossas cidades.

Garantir o direito à mobilidade associada com equidade e desenvolvimento urbano, com transportes públicos e não motorizados, está cada vez mais nas preocupações dos tomadores de decisão em cidades da América Latina. No entanto, os efeitos gerados pela autoestradas urbanas e sistemas de transporte público de média e grande capacidades (BRT, ferroviário, trólebus, metrô) implementado em nossas cidades, ainda deixam muito a desejar. Hoje cabe colocar o foco sobre a qualidade de vida dos cidadãos na qualidade do espaço e do sistema impactos das políticas públicas sobre o desenvolvimento social, econômico e ambiental.

Este encontro tem como objetivo reunir especialistas e pesquisadores de vários países europeus e latino-americanos com as autoridades ministeriais e governos locais, representantes de grupos sociais, operadores de transportes pela experiência acumulada em várias cidades latino-americanas nestas áreas, não para obter resultados globais, mas discutir as relações entre infraestruturas e espaço público nas cidades e experiências específicas.

Os objetivos do seminário são:

– Discutir e refletir, a partir da experiência nacional e internacional, lições aprendidas e desafios da integração meio de transporte e de alta capacidade no espaço público das grandes artérias das cidades latino-americanas.

– Divulgar o trabalho de pesquisa feito pelos membros da mesa da América Latina, do Instituto para a Cidade em Movimento (IVM) no âmbito do projeto “Passages”, liderada pelo professor Marcel Smets.

– Apresentar a pesquisa latino-americana, que está reunida na edição especial da “Revista R”, da Universidade da República, Uruguai.

– Discutir os pontos fortes e fracos da implementação de sistemas de transportes públicos de capacidade de médio e grande porte em áreas metropolitanas e cidades médias emergentes, permitindo revelar alguns dos desafios que irão enfrentar várias cidades médias da América Latina.

– Apresentar às autoridades competentes, a iniciativa desenvolvida pelo Laboratório de UC Mobility City, que teve por finalidade estabelecer as bases para o desenvolvimento de um espaço público de concepção de projeto integrado e transporte no eixo Gran Avenida, em Santiago do Chile.

Pular para a barra de ferramentas