IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Eventos mobilidade

Mobifilm premia filmes e debate desafios da mobilidade

Entre 12 a 14 de agosto ocorreu o MOBIFILM, festival de filmes sobre segurança viária no Centro Cultural São Paulo. O primeiro dia foi dedicado a um seminário sobre o tema com  duas mesas de debate.

O seminário da manhã abriu o evento sob o tema“Mobilidade Urbana”, com a presença de Nabil Bonduki (vereador e professor titular da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da USP), Paulo Saldiva (médico patologista, professor universitário e pesquisador) e Rovena Negreiros (diretora adjunta de Análise e Disseminação de Informações da Fundação Seade), mediados pela arquiteta e urbanista Kelly Ferreira. NO período da tarde,  ocorreu o debate sobre “Violência no Trânsito”com a participação de Jilmar Tatto (secretário municipal de transportes de São Paulo), a espanhola Anna Ferrer (consultora internacional de mobilidade e segurança viária) e José Police Neto (presidente da comissão de trânsito e transporte da câmara municipal). A mediação foi feita pela vice-presidente da IPA Brasil e arquiteta-urbanista, Irene Quintáns. Nas duas mesas, organizações da sociedade civil, entre elas o IVM, a Corrida Amiga,  Carona à Pé, ANTP, GT Terceira Idade, Nazareno Stanislau-Messbeway, entre outros, foram convidadas a participar com dados complementares e sugestões de debate.

 

IMG_2090

 Seminário “Violência no Trânsito”, que contou com a participação do IVM 

No período a manhã, os debatedores discutiram, entre outros temas, a questão da cidade democrática: como fazer com que o uso do espaço público da mobilidade também seja democrático. Como superar a questão de que  24% do espaço público seja ocupado pelo viário e como fazer para que a mobilidade doce – a mobildiade do pedestre tenha mais atenção.  do espaço público e como deixar de pensar em como resolver a questão da mobilidade como uma dimensão  em si para se dedicar a como mostrar que a mobilidade é parte da dinâmica da cidade e integra  todas as esferas urbanas.

No período da tarde, o seminário ocorreu sob o tema “Violência no Trânsito e trouxe a presença de Jilmar Tatto (secretário municipal de transportes de São Paulo), a espanhola Anna Ferrer (consultora internacional de mobilidade e segurança viária) e José Police Neto (presidente da comissão de trânsito e transporte da câmara municipal). A mediação foi feita pela vice-presidente da IPA Brasil e arquiteta-urbanista, Irene Quintáns.

 Anna Ferrer trouxe à discussão experiências realizadas na Espanha. Ferrer falou sobre o trabalho feito durante sua administração para reduzir os altos índices de morte no transito. As políticas aplicadas reduziram acidentes fatais em 70% (de 128 para 36 a cada 1.000.000). A planejadora explica que o fator chave para o resultado foi a implementação de políticas para controle de velocidade e consumo de álcool; “informar a população e realizar programas de educação não foi o suficiente. O monitoramento, a punição e a transparência dos dados são fundamentais. O agente público deve disseminar informações corretas e precisas. É diferente dizer que a viagem dura menos de que a viagem é mais curta. É preciso instalar o conhecimento, afirma Ferrer.

 

7. Isso é com você

Release do MOBIFILM para o seminário “Violência no Trânsito”

 

“Pouco se discute sobre a mobilidade dos  não motorizados. A discussão na câmara precisa cuidar do pedestre” afirma José Police Neto, presidente da comissão de transporte de São Paulo. Police Neto realçou a importância da segurança frente aos fluxos do dia-a-dia, como por exemplo, os caminhos escolares e a implantação das escolas em locais mais pacificados dos bairros. “O estatuto do pedestre deve sair ao fim do ano”, complementa.

Secretário municipal de transportes, Jilmar Tatto discutiu iniciativas do governo sob o “Programa de Proteção à Vida”, que visaram reduzir os acidentes e a mortalidade no trânsito. Incluindo iniciativas de redução de velocidades e outras de traffic-calming, como lombofaixas e travessia iluminada. Os resultados são positivos – de 2013 a 2016, a proporção de mortes reduziu de 10.6 para 7.3 a cada 100.000 no município; os acidentes na Marginal tiveram redução de 47,5% e a morte de pedestres em 75%. “Menos acidentes traduzem em menores gastos com saúde”, conclui Tatto.

Na sessão de debate com outros coletivos, Luiza de Andrada e Silva, do IVM, participou indagando a falta de voz do pedestre. “A mobilidade continua sendo focada para os motorizados; não há a voz do pedestre. A redução de velocidade na cidade de São Paulo aumentou a fluidez dos carros, mas não houve qualquer mudança nos tempos semafóricos para os pedestres, por exemplo”. Foram trazidas questões como frases de propaganda, como “pedestre use sua faixa” – e o questionamento em pauta sobre cidade para pessoas ou para automóveis.

 

Assista os filmes selecionados e vencedores do MOBIFILM aqui

Melhor Filme do Festival

Em Trânsito

Dir. Marcelo Pedroso

 

Categoria TV

Motoboy a 110

Dir. Ricardo Matias e Vitor Sá

 

Categoria Animação

Se essa rua, se essa rua

Dir. Paula Vanina Cencig

 

Categoria Publicidade

Vacilão Armando

Dir. Gabriel Nobrega

 

Categoria Vídeo Cidadão

Sobre a pressa de viver

Dir. Pedro Diniz

 

Categoria Produção Independente – Curtas

Massa Crítica – lavando a alma

Dir. Natalia Neni Amaral

 

Categoria Produção Independente – Médias

Direção Incerta

Dir. Felipe Elias e Matias Lovro

 

Categoria Produção Independente – Longa

Luto em luta

Dir. Pedro Serrano

 

Categoria Web TV

Sem carro – São Paulo de bike

Dir. Mabel Feres e Roberta Dabdab

 

Categoria Oficiais

Não são números são vidas

Dir. Henrique Marchina

 

Categoria Entidades e ONGs

25 segundos

Dir. Fundação Thiago Gonzaga

 

Categoria Universitários

Travessia – muita vida após a balsa

Dir. Ana Paula Moreira

 

Categoria Estudantes

Troféu

Dir. Matheus Lima, Leticia Rayanne e Pamella Alexsandra

Pular para a barra de ferramentas