IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Passagens

Curitiba implanta semáforos para pessoas com mobilidade reduzida

A Prefeitura de Curitiba iniciou nesta semana a instalação de equipamentos de semáforos para pessoas com mobilidade reduzida. Os trabalhos devem ser encerrados até o fim de outubro.

O sistema funciona através de uma botoeira especial acoplada ao semáforo, que é acionada pelos cartões da Urbs (Urbanização de Curitiba S.A.).

Ao identificar o cartão, o semáforo abre por mais alguns segundos além do programado, permitindo uma travessia mais segura dos pedestres, já identificados e com seu problema de mobilidade detetado. O tempo de abertura pode ser até 50% maior do que o tempo de semáforo normal.

Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Semáforo Inteligente no cruzamento da Av Marechal Floriano e rua Pedro Ivo, no Centro de Curitiba

Já foram instalados módulos em 25 dos 31 cruzamentos previstos. O local mais acionado pelos usuários no mês de agosto foi o do cruzamento da Avenida Marechal Floriano Peixoto com a Rua Pedro Ivo, próximo à estação-tubo da Praça Carlos Gomes.

No total são 120 módulos, com investimento de R$ 348 mil. A implantação está sendo realizada em pontos selecionados da cidade que apresentam maior risco de acidentes para pessoas com mobilidade reduzida, como cruzamentos próximos a unidades de saúde, hospitais e terminais de ônibus.

“É uma ótima ideia. Às vezes, os idosos acabam sedo atropelados porque não dá tempo de atravessar a rua. Eu cuido muito para atravessar e agora tenho essa vantagem de poder aumentar o tempo para a travessia. Vai facilitar muito a vida da gente”, diz Irma Bet, de 71 anos, que utilizou o equipamento pela primeira vez nesta quarta-feira (30) na Praça Carlos Gomes.

Os equipamentos podem ser utilizados por 160 mil idosos, 13,2 mil pessoas com deficiência e 6,2 mil aposentados por invalidez que possuem atualmente um cartão de isento habilitado da Urbs. “O semáforo inteligente contribui para a redução das fatalidades no trânsito de Curitiba, principalmente com idosos, além de também permitir uma melhor acessibilidade às pessoas com deficiência”, diz a secretária municipal de Trânsito, Luiza Simonelli.

Com informações da Prefeitura de Curitiba.

Pular para a barra de ferramentas