IVM CIDADE EM MOVIMENTO
A mobilidade é um tema social, não só uma questão de transporte. Para inovar, devemos observar a sociedade em seu conjunto. Instituto Cidade em Movimento (IVM): pesquisas e ações internacionais, soluções inovadoras, conhecimento compartilhado.

Passagens

Buenos Aires – Uma passagem, uma cidade

Realizado no mês passado pelo IVM América Latina e a Sociedade Central de Arquitetura, o concurso Uma Passagem, uma cidade foi parte da parte da programação da Conferência Internacional The Future of Places (da UN Habitat) e permitiu, por meio dos trabalhos dos alunos, ver que um importante problema de acesso à Cidade Universitária pode ser superado.

O principal objetivo do workshop-concurso para estudantes de arquitetura foi o de promover uma reflexão dos futuros profissionais sobre a ideia de Passagens – espaço de transição (programa internacional do IVM) aplicadas a esta ligação da cidade com a Cidade Universitária, no caso especial a intersecção de avenidas Guiraldes e Figueroa Alcorta, nas praças entre a rua e La Pampa correspondente a Monroe e da estação ferroviária Scalabrini Ortiz. Como se trata de cruzar vias expressas, ao desembarcar do trem os estudantes enfrentam perigo e muitas dificuldades em acessar a universidade.

Assim, o propósito não era apenas o de uma interpretação formal de um problema, mas de estabelecer um diálogo com aqueles que fazem travessias diárias para uma compreensão dos desafios que se apresentam.

O concurso foi aberto a estudantes de arquitetura todas as universidades, públicas e particulares, com o único pré-requisito de que um dos participantes da equipe inscrita estivesse cursando um dos dois últimos semestres do curso de arquitetura.

 

Em uma primeira fase da competição-oficina, a proposta foi a de identificar e analisar problemas na passagem entre a estação de trem Scalabrini Ortiz e a Cidade Universitária- UBA, seguido do desenvolvimento de ideias preliminares para melhorar a qualidade do seu espaço público. Na segunda fase, seis trabalhos selecionados foram convidados a desenvolver as suas propostas em uma oficina dirigida por integrantes do IVM e SCA.

O resultado final foi apresentado em setembro, como parte da programação da Conferência Internacional The Future of Places (da UN Habitat “para um melhor futuro urbano). As seis propostas foram avaliadas por um júri internacional composto de integrantes do IVM Internacional e membros da diretoria da SCA Sociedade Central de Arquitetos de Buenos Aires.

 

Foram selecionados e premiados os trabalhos de acordo com as seguintes diretrizes para interpretar os desafios:

  1. Relevância na identificação e análise dos problemas do cruzamento atual e das experiências daqueles que a usam.
  2. Qualidade e inovação de ideias e conceitos suscitados pela proposta.
  3. Qualidade da mobilidade espaço público.
  4. Qualidade da proposta urbano-arquitetônico em todas as escalas.
  5. Qualidade da interpretação do contexto urbano em que a proposta for feita.
  6. Moderação no uso dos recursos – abordagens austeras, cujas propostas sejam viáveis, factíveis aos recursos públicos que fossem necessários e, particularmente, atenção à qualidade experiencial dos locais propostos.

 

Conheça os projetos vencedores

Pular para a barra de ferramentas